Notícias Sul da Bahia

Suspeitos de envolvimento na morte de Marcos Aloysio depõem em Minas Gerais e serão recambiados para Itabuna

[ad_1]

Repercute bastante a prisão de dois homens suspeitos de envolvimento no caso que resultou no homicídio de Marcos Aloysio Peixoto Santos, o Marquinho, 22 anos, encontrado morto na madrugada da última segunda-feira (11), no bairro Pedro Jerônimo em Itabuna. 

Everaldo Andrade da Silva, 48 anos, popularmente conhecido como Gaso, e Julian Silva Santos, 28 anos, foram presos pela Polícia Militar mineira na cidade de Francisco Sá. Eles prestaram depoimento, conforme vídeo em destaque, aos policiais daquela cidade, e deverão ser recambiados para Itabuna na próxima semana. 

A delegada de Homicídios e Proteção à Pessoa, Magda Figueiredo, aguarda a dupla para os depoimentos oficiais e início de inquérito policial. Everaldo, o Gaso, é dono da oficina, e diz que não participou do assassinato, tendo chegado pelo estabelecimento quando Marcos Aloysio já estava morto, e que mais, tarde, quando retornou, o corpo da vítima não mais estava na oficina. Gaso alega ter deixado a cidade por medo de represália de integrantes do crime organizado,  que atua fortemente naquele bairro. Ele não tem passagem pela Polícia, exceto uma condução coercitiva por abuso de volume de som.

Julian, por sua vez, conta que estava usando cocaína naquela noite, quando se desentendeu com a vítima, e a empurrou. 

De acordo com esse relato, Marcos Aloysio teria batido com a cabeça no chão e vindo à óbito. Já durante a manhã,  pouco antes do meio dia, Julian amarrou braços e pernas da vítima, cobriu o corpo com uma lona e o levou até o canal de esgoto em uma carriola, ou galinhota. Para colocar o corpo no carrinho de mão, Julian pediu ajudar a um dependente químico que passava pela rua no momento, mas que ressaltou que o usuário apenas ajudou a colocar o corpo na carriola. Em seguida, o corpo de Marcos Aloysio foi descartado.

A Polícia Civil vinha monitorando a dupla em fuga. De acordo com o delegado Evy Patrrnostro, a dupla foi rastreada quando passava por Itapetinga. Eles foram parados em uma blitz porque Everaldo apresentava sinais de embriaguez, e Julian portava entorpecentes. Este último já tinha passagens anteriores pela Polícia pelos crimes de roubo e receptação. O Blog Verdinho Itabuna segue acompanhado o caso e mais informações podem surgir a qualquer momento.



[ad_2]
Source link

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo