Noticias Brasil

Son machucou o dedo em briga com companheiros de Coreia do Sul

[ad_1]

O capitão do Tottenham e da Coreia do Sul, Son Heung-min, machucou o dedo em uma discussão com seus companheiros de seleção na véspera da eliminação do país na Copa da Ásia.

Os jogadores discutiram durante um jantar antes da derrota por 2 a 0 na semifinal, contra a Jordânia, que prolongou a espera de 64 anos dos coreanos por outro título da Copa da Ásia.

“Aconteceu quando alguns jogadores jovens subiram para jogar tênis de mesa e Son Heung-min e outros jogadores mais velhos discutiram com eles”, disse um representante da Associação de Futebol da Coreia (KFA) à Agência de Notícias Yonhap nesta quarta-feira (14).

“Os jogadores trocaram algumas palavras e Son machucou o dedo no processo.”

A KFA não estava imediatamente disponível para comentar o incidente, mas o jogador Lee Kang-in se desculpou no Instagram nesta quarta (14).

“Causamos grande decepção aos torcedores de futebol que sempre apoiam nossa seleção. Eu realmente sinto muito”, disse Lee.

“Eu deveria ter assumido a liderança e seguido as instruções dos meus companheiros, mas sinto muito por mostrar aos torcedores de futebol uma imagem ruim. Peço desculpas às muitas pessoas que ficaram desapontadas comigo. De agora em diante, tentarei ajudar meus irmãos a se tornarem melhores jogadores e pessoas”, acrescentou.

Após retornar do torneio no Catar, Son saiu do banco de reservas na partida do Tottenham contra o Brighton, no sábado (10), pela Premier League, com os dedos indicador e médio da mão direita enfaixados.

O jogador de 31 anos ajudou o Tottenham a garantir a vitória por 2 a 1 com uma assistência aos 51 minutos do segundo tempo para Brennan Johnson.

Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

[ad_2]

Source link

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo