Noticias Brasil

Quase 70 ganhadores do Nobel enviam carta a Milei alertando contra “ciência à beira do precipício“

[ad_1]

Quase 70 ganhadores do Nobel de química, medicina, economia e física enviaram uma carta na quarta-feira (6) ao presidente argentino, Javier Milei, expressando preocupação de que os cortes no financiamento da ciência e da tecnologia prejudicarão o desenvolvimento da Argentina e suas contribuições globais.

“Observamos como o sistema científico e tecnológico argentino se aproxima de um precipício perigoso e ficamos desanimados com as consequências que esta situação pode ter tanto para o povo argentino como para o mundo”, disseram os cientistas na carta vista pela Reuters.

Os ganhadores, que incluem o renomado matemático britânico Roger Penrose e o virologista americano Harvey J. Alter, destacaram a “redução dramática” nos orçamentos do Conselho Nacional de Pesquisa Científica e Técnica (CONICET) da Argentina e das universidades nacionais.

Eles enfatizaram o papel crucial da ciência argentina em avanços como a pesquisa sobre câncer, diabetes e doenças cardiovasculares.

Com cinco vencedores do Prémio Nobel, a Argentina deve uma rica tradição científica, em parte, ao CONICET e às suas prestigiadas universidades públicas.

Milei, um libertário que como candidato prometeu usar uma “motosserra” para cortar gastos, cortou drasticamente o financiamento para estas instituições.

Os ganhadores sublinharam que a Argentina desenvolveu a sua própria vacina contra a Covid-19, lançou satélites de comunicação e criou novos reatores nucleares, graças ao apoio governamental à pesquisa básica.

Eles pediram que Milei reconsidere os cortes de financiamento para evitar efeitos prejudiciais ao setor científico e tecnológico da Argentina.

[ad_2]

Source link

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo