Noticias Brasil

No Estado da União, Biden promete restaurar direito ao aborto e fala de risco à democracia

[ad_1]

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometeu restaurar a lei que regulava o aborto nos Estados Unidos durante o discurso do Estado da União de 2024 nesta quinta-feira (7).

Um grupo na plateia estava de branco, em forma de protesto pelos direitos das mulheres.

Biden começou o discurso afirmando que o país enfrenta um “tempo sem precedentes”, pontuando que a democracia está em ataque tanto internamente quanto no exterior.

Ele citou a guerra na Ucrânia, pontuando que “se alguém nessa sala pensa que Putin [presidente da Rússia] irá parar na Ucrânia, asseguro que ele não irá”.

Em seguida, afirmou que os ucranianos podem “parar Putin” se os EUA ficarem ao seu lado e fornecerem armas. Ao mesmo tempo, se disse determinado a não enviar soldados americanos à guerra na Europa.

*em atualização

Estado da União

O discurso do Estado da União acontece todo ano, oportunidade em que o presidente em exercício fala ao Congresso e aos cidadãos, destacando feitos do seu governo e as políticas que está implementando ou quer implementar.

Entretanto, a fala deste ano ganha também peso importante com a campanha eleitoral.

Após as primárias da Superterça, na última terça-feira (5), nas quais Biden e Donald Trump conseguiram vitórias expressivas, está quase certo que em novembro será uma revanche da eleição de 2020 entre os dois candidatos.

[ad_2]

Source link

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo