Noticias Bahia

Manifestações culturais e 1087 atendimentos marcam o 2º dia da Caravana em Santo Amaro

[ad_1]

O segundo dia da Caravana de Direitos Humanos ocorreu nesta quinta-feira (23), em Acupe, distrito de Santo Amaro, no recôncavo baiano, e foi marcado por 1.087 atendimentos de acesso à documentação civil, assistência social e atendimento administrativo com os parceiros da ação. Autoridades políticas e de governo compareceram à Caravana, como o titular da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), Felipe Freitas; o vice-prefeito de Santo Amaro, Elias Neto; a secretária de Ação Social do município, Miriam Nascimento; a secretária de Saúde, Janice Brandão; o secretário de Cultura e Esporte, Moysés Neto, e a secretária dos Direitos da Mulher, Débora Gomes.

“Estamos aqui no distrito de Acupe, em Santo Amaro, em parceria com a Prefeitura Municipal, oferecendo cidadania, prestação de serviços e promoção da agenda dos direitos humanos, possibilitando que a população se conecte com as ações que o Governo do Estado tem na área de cidadania, assistência social e direitos humanos. Mas, queremos também, celebrar essa comunidade e suas manifestações culturais, a exemplo do ‘nêgo fugido’, além da riqueza e a coragem desse povo”, destacou o titular da SJDH, Felipe Freitas.

A programação do dia contou, também, com a apresentação dos/as alunos/as do Centro Educacional Municipal de Acupe, colégio que recebeu o primeiro dia da Caravana com palestras sobre ‘Educação e Direitos Humanos’. A turma representou o ‘Nêgo Fugido’, manifestação da cultura popular da região.

Já nos atendimentos para os diversos serviços de acesso à justiça e cidadania, Nívea Santana dos Santos, 37, aproveitou a Caravana para emitir a 2ª via do RG, que havia 14 anos sem atualizar, bem como dos seus três filhos. Um dele,s inclusive, tirou seu primeiro registro civil na Caravana. “Foi muito bom a Caravana vir aqui. Muitas vezes, a gente não tem condições para conseguir resolver as coisas em locais distantes. Consegui fazer a minha identidade, que estava há 14 anos sem atualizar, e ainda deu tempo de fazer o RG também para meus três filhos e emitir o registro civil de um deles, que estava sem”, comentou dona Nívea.

Foto: Janaina Neri-Ascom/SJDH

Demais serviços, como atendimento com Embasa, Coelba, Bolsa Família, CadÚnico, e outros, foram prestados à comunidade durante todo o dia. A Caravana segue até esta sexta-feira (24), no Largo Arlindo Viana, em Acupe, fortalecendo a rede de direitos humanos local, promovendo cidadania e garantia de direitos para a comunidade.

Fonte: Ascom/SJDH

[ad_2]

Source link

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo